crio-redux-criolipolise-registro-anvisa-tres-ponteiras-9351-MLB20015112683_122013-F

CRIOLIPÓLISE

 

Essa nova técnica foi descoberta por cientistas de Harvard, intrigados com crianças que ganhavam covinhas de tanto tomar sorvete e descobriram que o frio do sorvete congelava as células de gordura, danificava-as e o organismo ficava com a função de eliminar as danadinhas. Diante disso, esses cientistas criaram um método de emagrecimento conhecido como coolsculpting, que aqui no Brasil recebeu o nome de criolipólise. O método consiste no uso de um aparelho que baixa a gordura de certas partes do corpo (barriga, pneuzinhos) a uma temperatura entre 2°C e – 4°C, eliminando até 25% dela .A criolipólise foi o primeiro tratamento de redução de gordura sem cirurgia ou não invasivo aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration).img_processo_zeltiq

 

No início o cliente sente frio intenso na região aplicada. A sensação é de um formigamento passageiro e depois de terminada a sessão, a região fica um pouco vermelha. Gradualmente, as células do sistema linfático são atraídas pela apoptose e acabam eliminando a gordura degradada . Essa gordura é liberada lentamente pelo sistema linfático e é metabolizada no fígado, mas sem comprometer o seu funcionamento. A gordura é eliminada de forma natural e lentamente.

O procedimento não é invasivo, nem faz uso de anestesia ou substâncias injetáveis, porém pode haver formigamento, vermelhidão e pequenos hematomas temporários.

O procedimento é indicado para aquelas pessoas que estão perto do peso ideal ou que apresentam gordurinha localizada, ou seja, não é indicado para pessoas com obesidade.

O resultado varia de 30-60 dias para ser perceptível pelo paciente.